Um sonho antigo dos moradores de dez distritos de Sertânia – vizinhos do canal do Eixo Leste da  Transposição-, era ver as águas do Rio São Francisco chegar às torneiras das casas de cada um deles. Esta semana, o  Governo de Pernambuco iniciou  a obra de implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Rio da Barra com a construção, inicialmente, da Estação de Tratamento de Água (ETA), que está na fase de terraplanagem da área onde o equipamento será instalado.  “Aquela situação de ver a água passar na porta de casa e não chegar às torneiras angustiava os moradores e também o governador Paulo Câmara que nos deu a tarefa de passar a abastecer os moradores com água de qualidade”, afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

 A região beneficiada é formada pelos distritos de Barreiros, Cacimbinha, Maia, Rio da Barra, Salgadinho, Salgado, Santa Maria, São Gonçalo, Valdemar Siqueira e Xique-Xique, totalizando cerca de quatro mil moradores que dependiam de caminhões-pipa. O investimento é da ordem de R$ 6 milhões para implantar todo o sistema de abastecimento de água. A previsão de conclusão é para setembro do próximo ano.

 A captação será feita diretamente do canal da Transposição do Eixo Leste do Rio São Francisco, distante dois quilômetros da Estação Elevatória 1, que já alimenta o Sistema Moxotó com águas do “Velho Chico” por meio da Barragem de Moxotó ( distrito Rio da Barra).  Será construída uma Estação de Tratamento de Água com capacidade para tratar 15 litros de água por segundo. Três reservatórios com capacidade para armazenar 100 mil litros cada um, serão construídos- dois na comunidade de Rio da Barra e outro no distrito de Valdemar Siqueira- além de duas estações elevatórias para bombeamento da água. Será construída uma adutora  de 17, 4 quilômetros  de extensão, além de 13,6 km de rede de distribuição. A ETA contempla ainda uma estação para tratamento de efluentes, a fim de preservar o meio ambiente.