Até o dia 14 de novembro,10 espetáculos de dança serão apresentados no Teatro Barreto Júnior, sempre às quartas-feiras. Oferecido pela Prefeitura do Recife, projeto assegura 90% das bilheterias arrecadadas para os próprios artistas e grupos

No calendário recifense, quarta-feira é dia de dança. A partir do próximo dia 8, começam as atividades da edição 2019 do projeto Quartas de Dança, da Prefeitura do Recife, realizado pela Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife, facultando a pauta do Teatro Barreto Júnior para espetáculos de dança com condições facilitadas para grupos e artistas.

A Cia Mestiça de Dança estreia a programação com o espetáculo Magna, que será apresentado em todas as quartas-feiras de maio, dias 8, 15, 22 e 29, às 20h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e serão vendidos na bilheteria do teatro.

Até o final de novembro, o Teatro Barreto Júnior recebe outros nove espetáculos, dos grupos Carol Lemos D’ançarte, Grupo Pantomina, Grupo Arco, Ajê Cia de Dança, Alisson Lima, Cia outros Ares, Cia Nós e a Dança, Grupo Destramelar e Cia de Arte da Cidade Alta.

O objetivo do Quartas da Dança é assegurar palco e formar público para a dança na cidade, disponibilizando o Teatro Barreto Júnior com condições facilitadas para grupos, companhias e artistas independentes. Os grupos terão direito à bilheteria das apresentações, pagando apenas 10% da arrecadação pela ocupação do teatro.

Confira a programação completa:

Quartas da Dança 2019

Maio

Dias 8, 15, 22 e 29 – Magna, da Cia Mestiça de Dança

Junho

Dias 5 e 12 – Peter Pan, da Carol Lemos D’ançarte

Dias 19 e 26 – Perfis, do Grupo Pantomina

Julho

Dias 3, 10 e 17 – 15 para 11, do Grupo Arco

Dias 24 3 31 – Isso é Pernambuco, da Ajê Cia de Dança

Agosto

Dias 7, 14, 21 e 28 – Ei, quem é que te empurra?, solo de Alisson Lima

Setembro

Dias 4, 11, 18 e 25 – Sulear, da Cia outros Ares

Outubro

Dias 2, 9, 23 e 30 – Mandala, sob o olhar do mestre, da Cia Nós e a Dança

Novembro

Dias 6 e 13 – DNA Destramelar, do Grupo Destramelar

Dias 20 e 27 – Memória da Família Pernambucana, da Cia de Arte da Cidade Alta 

Fotos do espetáculo Magna, da Cia Mestiça de Dança: Chis Galdino/Divulgação    

image.png