Quando se fala em hidratação da pele, não faltam dicas e, claro, muito mitos sobre o assunto. Esclarecemos a seguir nove mitos e verdades sobre o assunto. Confira:

  1. É preciso dormir bem para ter a pele bonita

Verdade. Durante o sono, as células da pele se regeneram e o pH é restabelecido. O ideal é que sejam respeitadas as horas mínimas que o seu corpo precisa para descansar (em geral, oito horas por dia). Isso colabora para manter a pele hidratada e sem olheiras.

  1. Pele oleosa não precisa de hidratação

Mito. Oleosidade não é sinônimo de rosto hidratado. Todos os tipos de pele precisam de hidratação. Isso ajuda a equilibrá-las, mantendo suas características naturais e barreiras de proteção. Por isso, não descuide desse passo durante a rotina de beleza. O segredo é optar por hidratantes de textura leve, como é o caso do Chronos Aqua Biohidratante Renovador, cuja fórmula promove recarga instantânea de hidratação e estimula a pele a se auto-hidratar de forma inteligente. Ele une a fevilla, exclusivo ativo da biodiversidade brasileira, que estimula mecanismos naturais de produção de ácido hialurônico, a um potente prebiótico, ativo que ajuda a fortalecer a barreira cutânea, e ácido hialurônico-BT, que aumenta os níveis de hidratação da pele imediatamente. 

  1. No inverno, a hidratação deve ser mais intensa

Verdade. Vento e aquecedores contribuem para o ressecamento da pele. Para mantê-la hidratada, é necessário caprichar ainda mais nos cuidados. Invista em hidratantes ricos em óleos, como a Polpa Desodorante Hidratante Corporal Castanha, de Ekos. Rica em ômega-6 e 9, ela nutre a pele por 30 horas, estimulando a produção de proteínas estruturantes até as camadas mais profundas. Para o rosto, o novo Chronos Acqua Biohidratante Renovador também é ótima opção, pois hidrata a pele imediatamente e ainda garante sensação fresquinha.

  1. Banhos quentes fazem mal à pele

Verdade. A água quente costuma retirar a proteção natural da pele do corpo. No rosto, o efeito costuma ser contrário: a pele passa a produzir mais gordura para se proteger do ressecamento. O resultado é uma pele mais oleosa nessa área.

  1. Alimentação saudável colabora para a hidratação da pele

Verdade. Quanto melhor você come, mais bonita fica sua pele. Rechear sua dieta com alimentos gordurosos e frituras, por exemplo, pode levar ao aumento da oleosidade e também de espinhas. 

  1. A hidratação do rosto deve ser igual à do corpo

Mito. A pele do rosto tende a ser mais oleosa que a do corpo. Os hidratantes corporais costumam ser mais densos do que os próprios para o rosto. O novo Desodorante Hidratante Corporal Tododia Folhas de Limão e Graviola nutre e hidrata imediatamente, protegendo, restaurando e revigorando a pele. Ideal para pele normal a seca. Mais delicada e sensível, a pele do rosto pede hidratantes de textura mais suave, mas ainda assim com grande poder de hidratação. Aposte no Chronos Aqua Biohidratante Renovador – leve, refrescante e ultra hidratante, que penetra rapidamente e é indicado para todos os tipos de pele.

  1. O melhor momento para aplicar o hidratante no corpo é após o banho 

Verdade. Como o banho desidrata a pele, é muito importante que a aplicação de um bom hidratante seja feita logo após sair do chuveiro para compensar. Use o Desodorante Hidratante Corporal Tododia Folhas de Limão e Graviola ao sair do chuveiro para deixar sua pele com uma textura macia e sedosa. 

 

Chronos Acqua Biohidratante Renovador

Ideal para todos os tipos de pele, deve ser utilizado ao menos uma vez ao dia na pele limpa, pela manhã ou à noite, sempre antes do creme antissinais, protetor solar ou maquiagem. A fórmula leve, refrescante e ultra hidratante penetra rapidamente na pele e une na composição a fevillea, exclusivo ativo da biodiversidade brasileira que estimula mecanismos naturais de produção de ácido hialurônico, a um potente prebiótico, ativo que equilibra a microbiota e ajuda a fortalecer a barreira cutânea, e ácido hialurônico-BT, ativo biotecnológico que aumenta os níveis de hidratação na pele.

Fonte: Jessica Mezzomo – Dupla Comunicação