Oferecida pela Prefeitura do Recife, apresentação gratuita e aberta ao público começa às 20h, com trilhas de cinema, Elvis e MPB no repertório. Ingressos começam a ser distribuídos na bilheteria do teatro, às 19h

Com repertório que vai celebrar desde a erudição de Schuman até o swing de Elvis, a Banda Sinfônica do Recife realiza concerto gratuito, oferecido pela Prefeitura do Recife, na próxima quarta-feira (24), às 20h, no Teatro de Santa Isabel. Os ingressos começam a ser distribuídos uma hora antes da apresentação, na bilheteria do teatro.

O repertório preparado pelo maestro Nenéu Liberalquino para esta apresentação começa com duas peças eruditas: Chester Overture, do compositor americano William Schuman, e Trauersinfonie, do maestro, compositor, diretor de teatro e ensaísta alemão Richard Wagner, com revisão de Erik Leidzén.

Na sequência, a Banda Sinfônica do Recife desembarca nas areias escaldantes da composição Copacabana, de Braguinha e Alberto da Vinha, com arranjo de José Carlos Ligiéro. Depois celebra a profícua obra do pianista, maestro, arranjador e compositor mineiro Edmundo Villani-Côrtes, de quem será executada a canção Vozes do Agreste.

Convidando o público a sacudir os quadris, a Banda fará ainda um tributo ao Rei do Rock, Elvis Presley, tocando um medley com arranjo de James Christensen, que reúne grandes sucessos de um dos mais idolatrados cantores da história da música, como: Love Me Tender, Don’t Be Cruel, Heartbreak Hotel, Blue Suede Shoes e Can’t Help Falling In Love.

Trilhas sonoras do cinema também não faltarão no repertório, que vai emendar o medley de Elvis com outro, arranjado por Justin Williams, com quatro sucessos das telonas assinados por Danny Elfman: The Batman Theme, Dark Shadows, The River Cruise e Moon Dance.

Depois de tanta emoção, o concerto encerra em grande estilo, com a composição Band Overture, clássico de Roberto Di Marino, sempre prestigiado pela Banda Sinfônica.

Foto: Wesley D’Almeida/Arquivo PCR

image.png

 
GABINETE DE IMPRENSA