A venda de aeronaves apresenta perspectiva de crescimento para 2019, o que promete impulsionar o setor da aviação de negócios no País. Especialistas acreditam que, em comparação ao ano passado, o volume de comercialização cresça 100%. A mudança de comportamento do empresário brasileiro é um dos fatores que contribuem para a projeção desse cenário positivo. Isso porque, além de novas aeronaves, também tem surgido o interesse pela aquisição de jatos seminovos, o que amplia a frota em circulação.

Essa movimentação também promete decolar o mercado aqui no Estado, trazendo novos ares a quem oferece produtos e serviços ao segmento. “As perspectivas são positivas, pois o aumento de venda significa aumento de negócios para o setor em Pernambuco”, adianta Francisco Oliveira, diretor do Aeródromo Coroa do Avião, em Igarassu. Segundo ele, a expectativa deste ano é que haja incremento de 80% na procura de serviços como a hangaragem, além do aumento no número de pousos e decolagens de aeronaves passantes.  “O Aeródromo é uma opção econômica e prática para os proprietários de aeronaves que precisam de um lugar seguro para guardar esses patrimônios”, completa.

Liderado pelos empresários Francisco Oliveira, Roberto Martins e Mávio Filizola, o Aeródromo Coroa do Avião é voltado para a aviação geral, executiva e desportiva, dispondo de uma área de 90 hectares com hangares de 600m² a 1000m², além de posto de combustível (AVGAS e JET A-1), escolas de aviação, oficina e lanchonete. No Aeródromo Coroa do Avião também são organizados e sediados eventos de diversos segmentos.

Por: Thís Neves Multi Comunicação

Foto: Divulgação