A decoração de Carnaval 2019 do Recife, segundo a Prefeitura da Cidade (PCR), traz surpresas que valorizam ainda mais o folião pernambucano e promovem a inclusão social e de gênero. Personagens da folia real inspiraram a equipe de criação da PCR, que, pela primeira vez, assume toda a tarefa de ornamentar as ruas do Recife. A instalação começa na próxima segunda-feira (11).

Depois de mais de dez anos à frente da decoração carnavalesca do Recife, o arquiteto pernambucano Carlos Augusto Lira passou o bastão para as arquitetas Fabiana Ramalho e Cynthia Lebsa, da Gerência Geral de Arquitetura e Engenharia da Fundação de Cultura do Recife, que assumiram o projeto cenográfico e a missão de manter a qualidade dos anos anteriores em conjunto com a Diretoria Executiva de Comunicação Institucional da Prefeitura do Recife. “É um desafio. E traz um grande orgulho porque o Carnaval do Recife tem uma expressão cultural enorme”, disse Fabiana Ramalho.

O custo estimado é o mesmo da festa de 2018, em torno de R$ 1 milhão. Centrado no Bairro do Recife, o projeto cenográfico empodera as ruas com tons vibrantes e iluminação nas cores da sobrinha do Frevo: azul, vermelho, amarelo e verde, dando uma identidade visual própria às principais vias. Neste ano, a indumentária será toda aérea, pensada também para facilitar o fluxo e a segurança das pessoas.

Em uma homenagem aos ritmos, as pontes terão pórticos de até dez metros de altura, com volumetria, dando um efeito 3D pelo uso de elementos em fibra de vidro, isopor, entre outros materiais. A ponte Giratória será do Manguebeat; a Maurício de Nassau, do Frevo; a ponte do Limoeiro foi escolhida para os ritmos afro-religiosos como Afoxés e Maracatus, e a Buarque de Macedo será dedicada ao Samba, o ritmo dos artistas homenageados neste Carnaval – os cantores Belo X e Gerlane Lopes.

A principal inspiração da decoração é o próprio folião que brinca o Carnaval e deu motivo para a criação de 60 personagens que estarão presentes em todos os lados da Ilha do Bairro do Recife. A criação foi baseada em pesquisa de fotos dos foliões que se esmeram em criatividade e irreverência. Vai ter “Bruna Empoderada”, “Luziano Unicórnio de Luz”, “Edmundo Havaiano”, “Tata Palhaça” e “Dinho Presença” – ícone dos que descolorem os cabelos para a folia.  “Estamos ressaltando também a diversidade do nosso folião em gêneros, tons de pele e idades. Temos crianças, idosos, pais e filhos, pessoas LGBTQI+, deficientes físicos e visuais, todo mundo junto”, ressaltou Carlos Moura, designer que assina o visual cenográfico ao lado colegas Alberto Saulo, Alyson Carneiro, Ricardo Mafra e Leocádio Neto, todos da Diretoria de Comunicação Institucional.

Fonte: Folha PE

Foto: Divulgação / PCR