Por: Jadson d´Pádua

Definição encontrada de “cascateiro” Que costuma mentir ou contar vantagens; MENTIROSO. Aquele que é dado a mentir ou contar mentiras.”

Passadas as Eleições, ou melhor, o período das promessas impossíveis de se realizar, ou até possíveis, porem com custos altíssimos a longo ou curto prazo, em virtude de uma imensurável crise gerada ao longo dos anos por estes mesmos motivos, chegamos a uma palavra que muito vem sendo difundidos nos últimos dias os efeitos CASCATA que podem surgir pelas elevadas taxas de aumento de impostos, mais impostos e mais impostos, que são inventados pelos CASCATEIROS que enfiam no bolso do cidadão a conta astronômica de suas promessas de campanha, entre outras falcatruas que sempre sobra para o POVO, vejam a lista de situação que envolve o termo Efeito Cascata nas Contas Públicas: “Por Alexandro Martello, G1 /Brasília: Pelo projeto de lei, de autoria do tribunal salário dos ministros passaria de R$ 33.763 para R$ 39.293. Como os salários do STF é o teto do funcionalismo a variação geraria reajustes em cascata. Em Pernambuco tivemos na assembleia Legislativa uma grave denuncia quanto ao 13º da Bolsa Família, pelo qual os deputados da oposição alertam sobre os aumentos de Impostos em nosso Estado anunciado recentemente que teve o AVAL da maioria dos Deputados, estes impostos segundo as denuncias seriam para garantir o 13º da Bolsa Família, que será mais uma promessa de politico em que o POVO É QUEM VAI PAGAR A CONTA. A deputada federal Priscila Krause (DEM) ocupou boa parte do tempo na tribuna falando sobre o aumento de impostos em cascata no pacote fiscal proposto pelo governo. Ela lembrou que, entre os principais estados do Nordeste, Pernambuco é o que tem uma maior carga tributária de ICMS, IPVA e ITBC. Ela disse que o aumento de impostos propostos para a venda de água mineral em garrafas plásticas e bijuterias, por exemplo, prejudica também quem está na base da pirâmide, os que estão vendendo água na Avenida Agamenon Magalhães, por exemplo, ou aqueles que compram bijuterias no Centro para revender nos bairros. Os servidores do Estado não recebem aumento, e o Governo fazendo uma manobra deste porte, inferiorizando ainda mais o trabalhador para cumprir uma promessa de campanha. Se existem pessoas em situação vulnerável, crie postos de trabalho, capacite estas pessoas com intuito de tornar-se autossustentável e não refém de assistencialismo politico do qual representa um atraso ao estado, sacrificando ainda mais uma parcela da sociedade, que entra governo e sai governo e esta parcela sacrificada agoniza, sem que nenhum esforço, e nenhum esforço se observa por parte destes governantes para ajuda-los, os SERVIDORES PÚBLICOS de todas as áreas não suporta mais tanto aumento de Impostos do qual não se ver resultados, uma prova disso é saúde a segurança, dentre tantas outras mazelas que vem se perpetuando em nosso estado sob as ordens de uma câmara que compactua com tudo que estamos passando em nosso Estado nossa crise tem nome e tem responsáveis ou omissos. Segundo o IBGE O número de pessoas na faixa de extrema pobreza no Brasil aumentou de 6,6% da população em 2016 para 7,4% em 2017, ao passar de 13,5 milhões para 15,2 milhões. Onde estão os representantes políticos que GRITAVAM terem acabado com a pobreza no Brasil?